13 de abr de 2007

Daren e Mariana XIV


Por Alice Salles - desafio caixa preta
.
(já deixo avisado que é minha culpa a história ter tomado um rumo tão romântico e assumo as consequências!)

.
.
.
Hey Ho, Let's go!

É uma bela manhã de domingo e Daren ainda não conseguiu pregar os olhos. Tantas coisas passam pela sua cabeça, tantas idéias, tantos acontecimentos... ele está sentado sobre a sua cadeira regulável com os pés sobre a mesa ao lado do notebook olhando pela janela de seu quarto. Olhos fixos num vazio que parece irresistível. Como mora em uma casa e seu quarto fica no segundo andar a janela fica de frente para a rua. Ele observa os movimento que não são tão intensos por causa do dia em questão e da hora. O relógio na parede marca 5:56. Um desespero toma conta de tudo. "E se eu estiver perdendo a única oportunidade que tenho de me encontrar?" "E se Max for a pessoa certa para mim?" "E se eu estiver maluco e não lutar para tê-la comigo, o que isso significa? Que me arrependerei para o resto dos meus dias?" . São todos pensamentos que passam por ele, passam mas não o largam. Apenas permanecem o atormentando enquanto ele olha pela sua janela. E é quando o relógio marca seis da manhã que Daren decide ligar o computador. Claro... o computador! Foi lá que ele encontrou Mariana pela primeira vez, e seria agora que ele a encontraria novamente.

Ouvimos aquele somzinho do "tã rã rã ram" do windows finalmente carregado e Daren começa a entrar em todos as ferramentas de conversa possíveis. Google Talk, Messenger, Orkut, MySpace e até o super extinto ICQ. Nada de Max online...

Ele começa a ficar tenso.

Abre sua caixa de e-mails, nada de mensagem dela, é claro, mas começa a digitar uma mensagem especial para Mariana:


Dear Max,
Eu sei que tudo está uma loucura e por alguma razão sinto que tudo conspira contra a gente. E não é assim que funciona em filme? A mocinha é linda, poderosa, loira e dramática - mas extremamente bem resolvida- e o mocinho é durão, forte (no meu caso, meio gordo), machão e que esconde uma alma delicada e perturbada por trás da casca... Tem o grupo de quem torce pra que eles fiquem juntos armando situações para que eles se encontrem, tem o os outros que preferem fazer com que tudo vire um jogo de perseguição, uma caça sem fim que se fosse há alguns anos atrás até adoraria mas já não tenho mais saco para isso! Afinal, minha adolescência JÁ passou! Por incrível que pareça. Enfim, Max. Estou aqui, em um domingo de manhã te escrevendo para fazer você entender uma coisa. Quero muito estar próximo de você. Pode ser logo, pode demorar um ano, dez, sei lá! Mas quero que você me veja como um cara que não quer roubar nada de você. Eu quero sinceramente te ver feliz.
E olha... nunca falei isso pra ninguém antes e também não o falaria se não me sentisse dessa maneira.

(desculpe pela formalidade Max, mas sei lá, acho que é o único jeito que posso fazer para você me ouvir.)

Yours forever,

Daren (O Cafa)
Ele esperou por alguns intantes olhando para a tela colorida do computador, pensando se escrevia algo diferente ou se simplesmente desistia de mandar e-mail e ligava logo. Mas clicou no send e se sentiu mais feliz. Ficou por mais algum tempo ali, apenas contemplando o grande passo que havia dado e com o coração mais tranquilo, fechou a janela e se jogou na cama. Finalmente ele iria dormir em paz. Mas isso não aconteceu.
Já estava quase sonhando quando o seu celular toca e meio atormentado achando que poderia ser Max, ele o atende gritando
.
DAREN
.
ALÔ!
(pausa)
Ah... é você? - ele se deita confortável na cama enquanto apóia o celular sobre o rosto e continua falando sem o segurar - que que você quer?
(pausa)
Sei... sei...
(pausa)
Ai C*ralho! - ele abre os olhos, pega o celular, se senta na cama e bota os pés no chão gelado.
(pausa)
Porque isso agora? Tem que ser eu pra resolver? Justo EU?
(pausa)
Beleza cara, já vou, já vou... que horas você consegue marcar o vôo pra mim?
(pausa)
Não meu, muito cedo!
(pausa)
Ué! Ce tá maluco? São sete da manhã duma p*rra dum domingo lindo desses e você quer me meter nessa enrascada em uma hora? Sem chance!
(pausa)
Tá fechado, vou pro aeroporto umas seis da tarde, tá bom assim pra você princesa?
(pausa)
Fechou. Abraço seu maldito!
.
Daren vai até o banheiro e se prepara para tomar banho e se arrumar, pensando em como se encontraria com Max antes de viajar.
.
Enquanto isso vamos dar uma espiada no que Senhorita Mariana apronta.
.
Casa de Mariana, sete e cinco da manhã. A loira está lindíssima com cara de muito sono sentada no balcão da cozinha com uma xícara monstruosa de café na mão. Ela está anda refletindo sobre tudo o que aconteceu até então. A sua frente tem um pequeno caderninho de anotações e podemos ler uma única frase que ela acabou de escrever enquanto tomava mais um gole do seu café.
.
"review your whole life and you don't even have to die..." *
.
MARIANA
.
Pois é, dona louca! É o que eu tô tentando fazer!
.
Ainda muito cansada de todos as loucuras que aconteceram naquela casa dela, tentando esquecer o quanto gostava do Mr. W., tentando apagar o rosto de Daren de sua memória e tentando engolir aquele café amargo Mariana vai até o seu computador. Ele já está ligado. Está SEMPRE ligado e percebe que chegou uma mensagem nova.
.
MARIANA
.
DEUS! É do Edge!
.
Rapidamente ela larga o café de lado, e aperta os olhinhos pra ler melhor e com mais pressa o que está escrito ali. O rosto vai se suavizando, os olhos vão ficando mais úmidos, o sorriso aparece no canto dos lábios até o momento que ela simplesmente apóia o rosto sobre as mãos e chora. Chora de felicidade e de dor, chora por poder saber que pode confiar (até um certo ponto) no que ela sente. Chora e pega o telefone. Procura em seu celular o telefone de Daren e liga...
.
Toca, toca, toca e ninguém atende. Ela espera... e liga denovo. Toca, toca, toca e nada! Se levanta, já estressada, anda para um lado e para o outro, se olha no espelho, passa a mão embaixo dos olhos, estica a pele, limpa as lágrimas e liga. Toca, toca toca e... (a tela se divide e vemos os dois conversando)
.
DAREN
Alô seu puto, é você denovo!?
.
MARIANA
err...
.
DAREN
Max!?
.
MARIANA
Edge?
.
DAREN
Ah... Max... Meu, o que você vai fazer hoje?
.
MARIANA
Não sei! Tá cedo ainda né? Mal dormi!
.
DAREN
Eu tenho que ir embora hoje, Max, vou praquele olerê lá da Flórida resolver o que o anta do meu sócio não resolveu! Preciso te ver antes de ir!
.
MARIANA
Mas que horas você vai?
.
DAREN
Ás seis eu tenho que estar no aeroporto... você me leva? Antes a gente podia comer algo!
.
MARIANA
Pode ser, Edge... quero te falar sobre esse seu
.
DAREN
E-mail! É eu sei. Puts, ce deve tá achando que eu sou um louco!
.
MARIANA
Não, não acho não. Tenho muita coisa pra te contar. Muita mesmo. Coisa minha, sei lá!
.
DAREN
Faremos tudo isso hoje. Então, eu vou praí que horas?
.
MARIANA
Eu te pego aí. Às duas?
.
DAREN
Perfeito!
.
MARIANA
Até mais então.
.
DAREN
Beijos!
.

...CONTINUA...
.
.
*musiquinha do John Frusciante!

6 comentários:

Carolina Garofani disse...

Hahahaahahah ai estou tendo uma overdose de glicose!!

Ai fala pra mim que as coisas NAO VAO dar certo assim vai! Claro que eu quero que eles fiquem juntos, mas... ele tem que sofrer um pouquito ainda!

Felipe "Tito" Belão disse...

Ufa! eu quero ser romântico de volta também...

chega de sangue... mas agora fica a pergunta... ela vai contar pra ele tudo que aconteceu? Não vai dar tempo? o que vai rolar?

eu adorei...

flavia melissa disse...

gentemmmm não percamos o rumo das coisas.

no primeiro capítulo de daren e mariana, ele diz a ela que a tal "amiga" de quem está falando (que depois ficamos sabendo que é mariana) o abandonou 2 vezes...

prá abandonar, tem que ficar junto!!!
to escrevendo o próximo!!!
se segurem nas cadeiras........

beijossssssss

Felipe "Tito" Belão disse...

é verdade...
mas acho que vamos voltar para o rumo.

graças a Alice que colocou ordem na casa...

Alice Salles disse...

hahaha
Ah Felipe! Bigadinha!
O seu foi mto Tarantino, vc e o Gravata é que dão a emoção pra coisa!
Vamos fazer eles ficarem juntos e se separarem, como a Flá faloU!
Beijinhos a todos

Gravatai Merengue disse...

Eu gostei muito. Poderia ser o Gustavo ligando para ele, agitando essa viagem para a Florida (com a vivi o esperando por lá)... Para tirá-lo de circuito enquanto Dina investe em Mariana.

Ou não...