17 de abr de 2007

Daren&Mariana XVIII


Por Mercedes Gameiro - Desafio Caixa Preta




INTERLÚDIO

...enquanto isso, na casa de Mariana...

As torradas pulam na torradeira. Uma grande colheirada de cream cheese é espalhada em uma delas. Café quente cai numa caneca exagerada. Com olheiras e desgrenhada, Mariana come completamente sonada, enquanto fala no telefone. A tela se divide e vemos a mãe de Mariana do outro lado da linha. Cinquenta e poucos anos, peitos de silicone, muito botox no rosto, cabelos minuciosamente desalinhados.

Mariana:
Mãe?

Mãe:
Oi filha…achei que tivesse me esquecido.

Mariana:
Isso não acontece.

Mãe:
Por onde andas, menina? Tenho ligado na sua casa, mas nem a secretária eletrônica atende.

Mariana:
Ah mãe…se você soubesse…

Mãe:
Por que você não tenta me contar?

Mariana:
Lembra daquela música do Cazuza que diz que “só as mães são felizes”?

Mãe:
Xiiii… não to gostando disso. Como assim, Mariana?

Mariana:
É melhor você não saber de nada, pra continuar feliz.

Mariana olha para debaixo da mesa e lembra do corpo da vizinha estatelado e ensanguentado, e puxa os pés para cima da cadeira, como se o corpo ainda estivesse lá.

Mariana continua:
Ah mãe…ta tão difícil…
Acho que eu queria voltar a dormir no meu quarto aí na sua casa…ser acordada pra ir para a escola, só fazer o que você deixar…só comer o que você mandar…só ir onde você quiser.

Mãe:
Meu deus! A coisa está negra mesmo hein? Quer fazer o favor de parar de me enrolar e contar o que está acontecendo?

Mariana:
Que parte você quer saber? A que eu encontrei o homem da minha vida e um pudim de silicone roubou ele de mim sem o menor esforço, com um simples chacoalhar de peitos? Ou a parte que o meu namorado americano apareceu, mas meio mundo resolveu morrer ao mesmo tempo, a polícia chegou e foi rendida por ele…e ele desapareceu como um pum no vendaval?

Mãe:
O que? Calma. Não entendi nada. Quem é o homem da sua vida? Que namorado americano? Onde você viveu os últimos 20 anos que eu não sei nada da sua vida?

Mariana – com a cabeça debruçada nos joelhos:
Ah minha mãe…acho que eu quero colo.

Mãe:
Mariana, eu estou falando sério. No que você anda metida? Que coisa de polícia é essa?

Mariana:
Foi acidente, mãe. Aliás, teve um acidente também. Ele bateu o carro, ficou em coma…apreceu a mulher dele, mas era de mentira…eu vim pra casa furiosa, e meu amigo foi baleado pelo namorado…o meu namorado apareceu e baleou o namorado dele também…a polícia chegou e a velhinha tava morta…Ele saiu do hospital e foi embora pra Miami…mas antes a peituda sentou no colo dele e eu larguei os dois no restaurante…

Mãe:
Ai…não to entendendo nada! Ele quem? O namorado? Que velhinha? Ele é casado? Ai meu deus, Mariana!

Mariana:
…depois meu mundo caiu…depois eu quase deixei uma garrafa de champagne me guiar. Depois eu me perdi e não sei mais onde está a ponta dessa linha, mãe.

Mãe:
Mariana, você está usando drogas?

Mariana:
Boa idéia…

Mãe:
Que horror! Não diga isso!

Mariana:
Não aguento mais…juro.

Mãe:
Eu estou indo para aí, minha filha. Vou te levar um calmantinho e você me conta direito toda essa confusão, está bem?

Mariana:
Tanto faz, mãe…só vem desarmada por favor. Eu juro que perdi o controle da situação mas não provoquei nada do que está acontecendo. Parece um sonho ruim…

Mãe:
Você tomou alguma coisa?

Mariana:
Tipo café?

Mãe:
Não…calmante?

Mariana:
Ah. Tinha um comprimido doPedro aqui. Não sei o nome, mas sei que ele toma quando ta tendo pití. Tomei.

Mãe:
Então destranca a porta da frente e vai pra sua cama. Eu já chego pra cuidar de você.

Mariana:
Tá. Não demora, mãe.

Mãe:
Beijo, meu amor…até já.

As duas desligam o telefone e Mariana faz o que a mãe mandou: destranca porta do apartamento e vai para o seu quarto tentar desligar dos últimos acontecimentos.

Continua...

4 comentários:

Alice Salles disse...

humm, mto bom...
margem para problemas no ar... (a porta destrancada...)

Gravatai Merengue disse...

Gostaria de dizer que achei a "mãe botox" extremamente simpática e carinhosa.

Rompeu de forma magistral com o estereótipo da "mãe botox fútil".

Essa é uma mistura de "mãe botox" com "palmira onofre". E dá-lhe cafuné!

:D

Carolina Garofani disse...

quero uma mãe compreensiva dessa, onde compra?

Gravatai Merengue disse...

Nas Casas Bahia. Você compra uma "Mãe Compreensiva" e ainda por cima ganha um bonito aparador, duas peças para seu Dormitório Bergamo e um suporte para a Cozinha Bartira.

E paga em 50.000 parcelas de R$ 1,00.

:D